Aceitei o desafio de Amar

Sou limitado para brincando com as palavras expressar sentimentos e pensamentos a respeito do meu amor.
Mesmo assim, sem ser poeta, arrisco-me a rabiscar porque necessito dizer o que bate em meu coração.
Corro risco de ao fazê-lo publicamente, ouvir risinhos, mas não me importo, quero gritar ao mundo: Eu te amo!

É para você, minha Gi querida :

Aquilo que foi, me formou
Através da arte do seu amar.
O que sou? Em parte,
O gosto pelo sonhar
Nada pronto, nada acabado, nada perfeito.
Aventureiro de caminhos,
Seu jeito-carinho
Me instigou a viajar.

Você inspira a poesia.
Preenche de riso a alegria.
Inundou meu mundo de vida,
Exalando perfume ao amar.

Lembro o passado, mexo o destino.
Removo montanhas e o que for preciso.
Cheio de fé começo de novo,
A te amar, te desejar,
A outra vez casar.

Insisto, persisto, eu sei que vou te amar!


Comentários

  1. Ao ler seus escritos e poemas.. me encho de esperança em primeiramente melhorar e em segundo lugar encontrar um homem que possa me amar assim e se permitir ser amado também.Obrigada

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não passe por aqui sem deixar seu registro. Ele sempre é benvindo e importante.

Postagens mais visitadas deste blog

Meu desencanto com a fé cristã!

Uma proposta para Igrejas.