Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2007

UMA RESPOSTA PARA O SOFRIMENTO.

Imagem
No terrível quadro da crucificação, ouve-se do meio das trevas que cobrem a terra, o clamor de um condenado: “Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu Reino”.
Diante de um pedido excruciante, mas de grande demonstração de fé, Jesus contrariou qualquer expectativa humana sobre seu ser divino e cheio de compaixão. Não realizou um milagre, não eliminou a dor e não libertou o homem da cruz.

A exata expressão de Deus, aquele que traz em si mesmo toda a plenitude divina, teria perdido a maior oportunidade evangelística da história?
Com a soma de ingredientes imprescindíveis para se ganhar almas: uma multidão ansiosa por milagres e disposta a se curvar diante de tal poder e um homem cheio de fé angustiando sofrimentos, bastava um pequeno milagre. Ainda assim, Jesus nada fez para pelo menos aliviar a dor.
Ele categoricamente convidou o moribundo a desfrutar de sua eterna comunhão, Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso”.
Jesus não fez promessas temporárias. Por isso não se perce…