Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Haja luz e fiquem as trevas.

Imagem
Estes dias me interessei em reler o Gênesis. Qual não foi minha surpresa encontrar logo nos três primeiros versículos uma verdade chocante e até então imperceptível. Estava ali todo o tempo, mas tão acostumado com a idéia do pecado original que não enxergava. Confesso que a disciplina em ler contos judaicos me ajudou. O texto descreve Deus criando a ordem no contexto do caos. Ele não elimina as trevas para que permaneça a luz, apenas distingue-a. A luz que Ele chama para se apresentar no caos, emana dEle, mas não é Ele. Não existe uma ordem que elimina o caos. Mas uma que brota, nasce ou floresce nele. Tal qual no verso da separação das águas. A porção seca surge num espaço ou ambiente das águas. A água não é eliminada para que surja a porção seca. Assim o caos é o contexto onde se manifesta a ordem. Que interessante isto! As trevas não existem como fruto do pecado, mas como um anteparo da Realidade Deus. A criação não pode ser plena diante do Deus plen