Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2007

MATAR OU MORRER PELA VERDADE?

Imagem
Para um amigo . Lusco-fusco do dia, o fogo crepitante projeta a luz na face dos pescadores e cria um limiar para a sombra da noite que os envolve como um manto suave. Volto ao passado e ouço entre os titubeantes murmúrios, Pedro em um sobressalto, fazer sua contundente declaração mais anticlerical possível de seu tempo: - “ Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo ”. Mal sabia o pobre pescador que esta conversa informal, confessada em segredo, extrapolada o pequeno grupo, causaria a morte violenta de todos. Menos um! De volta ao futuro, vejo-me em minha igreja, ombreado por um amigo, que entre livros e com o arroubo de um idealista esperançoso por transformações radicais diz como que um trocadilho: - “ O único Deus conhecível é um homem ”. Atordoado, com esta declaração intrigo-me em minha mente. Eu, alguém de um Tempo sempre Pós; concílios, sínodos, postulados e credos, sei que nEle habita corporalmente toda plenitude . Não cabe pensar no Deus invisível, inacessível e outros “vels” mais,

AO MEU QUERIDO PAI Vicente Batista (in memorian)

Imagem
O VI CENTE nas de vezes orando de madrugada; pelos enfermos e sendo curados; expelindo demônios VICENTE BATISTA , ou melhor o Batista, que desmatando florestas de pecados estabelecia a clareira da paz com Deus, encaminhando novas criaturas para o trabalho do Reino Eterno VI CENTE nas delas descendo às águas batismais e mergulhadas por ele nos rios paranaenses se levantarem glorificando a Deus nas línguas dos anjos VI CENTE lha de Deus na história de um pequeno homem, que curvou os grandes e me ensinou que o privilégio de servir a Deus não tem preço, por isso não busca paga nem aplausos humanos, não aguarda reconhecimento e que a alegria daqui é o fruto eterno; dali VI SEM TE mer a morte, um homem jogado ao chão por ela, levantar suas esqueléticas mãos aos céus e na busca do ar rarefeito encher os pulmões e em um brado dizer: “Jesus tu és maravilhoso, tu és lindo meu Jesus” VI , SENTI ; e como VI como SENTI ... Visitantes com rostos circunspetos entrarem naquele quarto, VI CENTE nas d

DE PAI PARA FILHA - ( em seus 15 anos)

Imagem
Se a mim fosse dado o direito de ser senhor do Tempo E concedido o poder de pará-lo por um só momento. Abriria mão de tal fascinante arte Para não roubar de sua vida a melhor parte. Deixaria correr, para você crescer, amadurecer, Mas lutaria incansável para o tempo não destruí-la, Quereria conservá-la, assim, meiga perto de mim. Evitaria que a parte cruel do tempo marcasse um tento. Tinhoso, teimoso e ladrão. O egoísta do meu coração Sempre quereria roubar A possibilidade de a vida te levar. Já dizia o poeta e eu inverto o falar Eu é quem sou o rio, você é quem é o mar. Eu, pai que se esforça em sarar a ferida. Em mostrar-te querida e ensiná-la sempre amar. Se proibido eu fosse de qualquer palavra outra dizer Me esforçaria, lutaria até o instante de morrer Para apenas seis palavras mais poder pronunciar: EU SEI QUE VOU TE AMAR