JESUS JÁ VIVEU A NOSSA VIDA



Agora é a nossa vez de vivermos neste mundo como filhos de Deus.

A posição de Jesus como intercessor (Romanos 8:34) e promessa de presença contínua (Mateus 28:20b) afirma que Ele já viveu de uma vez por todas o que vivemos e não poderá fazê-lo novamente. Cumpre a cada um assumir sua responsabilidade de viver a vida como ela é contando com a graça de Cristo (2 Coríntios 12:9-10).

Jesus experimentou integralmente a nossa vida terrena e conhece por vivência nossos sofrimentos e limitações.
Se fez fraco e pobre identificando-se integralmente com a humanidade , mas sem pecado.
O Pai o entregou a esta vida, não o poupou.
Quando Cristo entrou no mundo, o Pai deu ordem aos anjos que não se intimidassem com sua forma tão humana deixando de adorá-lo (Hebreus 1:6) e enviou o Espírito Santo para que testificasse sua filiação (Mateus 3:16-17 e Romanos 8:14-16).

Assim como o Pai deu autoridade de vida ao Filho (João 5:26), Ele dá a vida para cada um de nós (João 5:21b).
Vida esta, com uma singularidade ímpar, pois a cada um ele conhece pelo próprio nome (João 10:27).
Esta vida dada precisa ser vivida em sua totalidade, pois por ela seremos julgados (2 coríntios 5:10).
Para este projeto de viver, Jesus que experimentou nosso sofrimento intercede junto ao Pai, o Espírito Santo junto de nós e os anjos ministrando-nos para que o cumpramos cabalmente.

Jesus o intercessor, abriu definitivamente o acesso para o Pai, mas ele não irá viver em nosso lugar. Ele sabe de todas as dificuldades, mas a vida que cada um tem deve ser vivida por cada um.
O Deus Emanuel, Jesus Cristo não poderá viver em nosso lugar, porque já cumpriu cabalmente com o propósito do Pai vivendo aqui, mas sempre estará conosco, nos sustentará, e segurará nossa mão.

Portanto, as tribulações e provações que você experimenta são suas e devem ser enfrentadas por você. E a maneira como você as enfrenta determinam sua fé, maturidade e nível de intimidade com Cristo. E tudo isto comporá a prestação de contas diante do Senhor.
Por isso, jamais recue diante das circunstâncias sejam quais forem, mas seja fiel até o fim.

Hebreus 10: 37-39 pois em breve, muito em breve "Aquele que vem virá, e não demorará.
Mas o meu justo viverá pela fé. E, se retroceder, não me agradarei dele".
Nós, porém, não somos dos que retrocedem e são destruídos, mas dos que crêem e são salvos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Meu desencanto com a fé cristã!

Uma proposta para Igrejas.